Sobre a vestimenta à paisana

Vestimenta do Bombeiro à paisana

A vestimenta do bombeiro à paisana é usada quando ele não está em combate. Em uma situação de emergência, o bombeiro veste o uniforme de combate sobre a vestimenta à paisana, ou seja, essas roupas também são elementos de segurança utilizados no combate a incêndios.

O bombeiro está exposto aos riscos mais extremos em uma operação, onde todo o seu equipamento é testado ao máximo, devendo fornecer a máxima proteção para o combate às chamas. Um único componente especificado incorretamente na vestimenta de um bombeiro pode comprometer toda a proteção. É importante considerar que situações imprevistas ocorrem e que o combatente pode ter sua vestimenta interna exposta ao ambiente de fogo, e nesse caso, a mesma não poderá pegar fogo, pois, causaria ferimentos muito graves ou até mesmo a morte.

Para garantir máxima proteção ao bombeiro, todas as vestimentas utilizadas, inclusive à paisana, devem ser retardante a chamas. Cada vez mais este investimento deve ser considerado, pois ter um componente não FR em uma vestimenta de bombeiro é um fato perigoso e preocupante. A NFPA, preocupada com a proteção dos bombeiros, no que diz respeito à vestimenta à paisana, desenvolveu a norma para o traje – NFPA 1975 – que especifica os requisitos mínimos para a proteção ao bombeiro.

Pensando neste conceito, nós da Santanense desenvolvemos uma linha específica de tecidos que são totalmente homologados nas normas e que garantem a proteção total do combatente. Nossos tecidos possuem as características que toda vestimenta de bombeiro deve ter: proteção, durabilidade, resistência e excelente estética. Não é suficiente cumprir as normas, para nós, é nosso dever ultrapassar os padrões de proteção. A proteção de quem corre riscos todos os dias não tem preço.

Os tecidos ideais para as vestimentas do bombeiro à paisana são Unipar e Nomex®ST. Esses tecidos são inerentemente retardante a chamas e formam a primeira camada de proteção para os bombeiros. Além disso, são macios e muito confortáveis, garantindo a mobilidade e resistência necessárias às atividades da corporação.

Quando acionado, o bombeiro utilizará a vestimenta de combate (proteção primária) sobre a vestimenta à paisana, confeccionada com Unipar ou Nomex®ST, combinando 2 níveis de proteção.Em seu ambiente de trabalho agressivo e perigoso, o bombeiro enfrenta vários riscos para salvar e proteger vidas. Portanto, deve-se garantir ao combatente a máxima proteção possível, utilizando os melhores e mais confiáveis equipamentos. A vestimenta interna deve ser peça fundamental na composição da proteção térmica, pois pode ser o diferencial do bombeiro em caso de acidente. Usar roupas normais de algodão e poliéster para esse fim é colocar em risco aqueles que heroicamente se arriscam todos os dias em favor da sociedade.

pt_BR